02 julho 2007

Ao meu amor...

Amigo, companheiro, confidente, conselheiro, paciente. Porque estás sempre lá. Para mim, para os meninos... Pela tua solidariedade. Sei que sabes que o dinheiro que te pediram ontem à entrada do Feira Nova, não seria concerteza para comprar uma lata de leite para o bebé, mas só o facto de pensares que poderia haver uma criança com fome, sei que não te fez hesitar um momento. E é por isso que te amo. Sempre e cada vez mais.
A vida nem sempre é fácil, nem sempre corre bem, mas apesar de tudo, de todos os problemas, de todas as contrariedades, teimas em continuar a remar contra tudo, para levares o teu barco avante. E nós lá vamos também nesse teu barco, a pesar nos teus ombros. E contornas todas as situações como se de uma pena se tratasse...
Obrigada por seres assim, por seres a pessoa tão maravilhosa que és, e por seres o pai extraordinário que sempre sonhei para os meus filhos.
Tenho, e sei que os nossos filhos também têm muito orgulho em ti.
Muito obrigada pelo meu aniversário. Pelo dia, pelas surpresas e, pela companhia, para mim tão importante. Cada dia que passa sinto-me uma pessoa mais rica, por estar ao teu lado. Amo-te.

1 comentário:

Anónimo disse...

A pesar nos meus ombros, só se for o teu infinito Amor e toda a felicidade que os nossos pequenitos nos oferecem. Eu tenho muito muito muito muito orgulho em ti e neles Amo-vos muito e só assim se torna possivel então remar o tal barco. Os nossos filhos são maravilhosos tu és maravilhosa e eu também faço por ser maravilhoso, quero que sejamos uma familia assim... maravilhosa. É para isso que remo.

Fizémos a Arvore!!

Na sexta feira também foi feriado aqui em Marrocos! Aqui comemorou-se o aniversário do nascimento do Profeta Mohammed, e graças a isso pud...