28 setembro 2009

Dos Resultados

Gostava de neste momento me sentir mais animada, mais confiante e mais descansada, mas não... Vistos os resultados, definitivamente que não...

Cambada de ignorantes!
Desculpem o desabafo mas estou assim um pouco para o enervada.

27 setembro 2009

...

Não sei bem que título dar a este post. De facto é coisa que não gosto de fazer. Dar um título... Até porque a maior parte das vezes começo a escrever com uma intenção e depois a coisa acaba por mudar de rumo.

Há um tempo que nada escrevia. Tenho coisas para registar.Os meus filhos continuam a crescer lindos e saudáveis. O João ainda se está a adaptar ao Jardim de Infancia. Apesar de não ter mudado de Instituição, ainda está em fase de adaptação à nova educadora que por sinal é uma querida, e nos ultimos dias tem ficado a chorar ao colo dela. A Maria já retomou a rotina. O infantário, a música, o ballet, as brincadeiras as idas à quinta da Tilde, o dia do brinquedo, e os trabalhos de casa (da sua auto recriação) quando chega a casa. Continuo sem a certeza de que fiz bem em deixá-la mais um ano no infantário tal é a vontade dela de aprender e tal é a sua evolução nos cadernos de exercícios das letras, mas adiante, que quero continuar a acreditar que foi o melhor para ela.

O trabalho felizmente é muito, o que me possibilita, ou melhor impossibilita de pensar demasiado nas coisa menos boas que nos têm acontecido, deixando-me apenas a alternativa de ter que ser o mais prática e objectiva possivel, na busca da melhor solução para que tudo acabe bem.

Nesta altura temos também cá a minha irmã e o meu sobrinho fofinho que, só agora conheci e que já amo tanto. Para a semana é o regresso às origens, com o batizado dele na terra mãe e, na semana seguinte, não sei como vou conseguir aguentar a primeira separação que vou ter dos meus pimpolhos. Quatro dias que vou para Faro, a trabalho. Mas pronto, como é do meu estilo, isto para já não passa de uma informação que está anotada na minha agenda, e da qual vou ter tempo para sofrer o que tiver que sofrer na altura, que até lá toca a aproveitar cada hora, minuto e segundo que passo com eles.

Este fim de semana é o primeiro calmo neste ultimo mes, em que nem uma refeição temos feito em casa, e sinceramente está-me a saber pela vida. Apesar da tristeza de não poder ter ido ao Aniversário do Tio Paulo, confesso que estava a precisar de por as minhas coisas em dia... A roupa, a casa, o sono, o tempo para mim, o livro que comecei a ler no princípio de Julho, e este cantinho...

Daqui para a frente muita coisa pode mudar radicalmente. Oxalá consigamos tomar as decisões certas. Por nós mas sobretudo por eles!

11 setembro 2009

Sensibilidades

Ontem no regresso do infantário, a Maria queixou-se que estava enjoada da viagem. Eu comecei logo a dar um sermão daqueles. Porque vocês não param quietos, e não deves ler em movimento, e deves ir sossegada a olhar para a estrada, e nunca fazem nada do que nós ensinamos, blá, blá, blá, ao que ela responde:
-Também, tanta bruta conversa dessa, devias ser mais meiguinha!
-Mais meiguinha? Como?
-Devias dizer: ò filha sossega, que já estamos quase a chegar, aguenta mais um bocadinho... Uma criança deve ter carinho.
-Pronto filha, tens razão, vamos começar do início?
-Pode ser. Mamã... estou mal disposta...
-Aguenta mais um bocadinho que estamos quase a chegar a casa.
-Obrigada mamã, já me sinto melhor!

09 setembro 2009

Registo

É mesmo mesmo só para não me esquecer, que ontem o meu rico filho, depois de rebentar um colar da irmã em plena entrada do Modelo, depois de me pregarem uma carrada de nervos a apanhar as continhas todas do colar que ficaram espalhadíssimas pelo chão, depois da minha rica filha ir à casa de banho e ter deixado ir o anel enrolado no papel higiénico pela sanita abaixo e começar a fazer um drama, este episódio termina com o meu menino a atirar para o chão o expositor de óculos de sol de criança! Nem fez barulho nenhum, ninguém notou, não vieram duas empregadas apanhar todos os óculos que ficaram espalhados no chão e nem se partiram nenhuns...

07 setembro 2009

Ondinha vai... ondinha vem...

No fim de semana, as ondinhas que eram poucas, mas deram para nos embalar o suficiente, e deixar no coração mais doces recordações, onde tudo foi novidade, e as brincadeiras, o convívio e a amizade marcaram os ultimos tres dias.
Quem bem soube adormecer e acordar com o barulho da água a bater no barco e o doce embalo, e a luz a entrar devagarinho pelas escotilhas, para avisar que o dia já nascia.

Obrigada Pardal pela estadia no teu Celta Morgana. Adorámos!!!



02 setembro 2009

Ainda das férias

No dia do regresso do Algarve, enquanto o pai punha as malas no carro, eles estavam na varanda. Começaram então a "armar-se" para uns miudos que estavam a brincar na rua. A minha bola é mais bonita que a tua, e a minha é maior, e eu tenho uma mana, e eu tenho um mano, e eu estou cá em cima, e eu estou cá em baixo... enfim... parvoíces quando de repente oiço o mais pequenito:
-E a minha mana fala inguês, toma toma toma, e espanhoe, toma toma toma. Ó faua inguês Maria!!!

01 setembro 2009

Caiu o quarto...

Durante as férias, foi-se-lhe o quarto dente. Sem choro, sem dor e principalmente sem sangue, a origem de todo o drama.
A fada descobriu a casa de férias, e mesmo sem a caixinha, deixou-lhe a moedinha.
Curiosamente foi o último a cair, e é o único em que já se vê o substituto.

Fizémos a Arvore!!

Na sexta feira também foi feriado aqui em Marrocos! Aqui comemorou-se o aniversário do nascimento do Profeta Mohammed, e graças a isso pud...