23 janeiro 2013

Vamos às Cavalgatas?

Antes de regressar a Tanger, recebemos um convite muito especial. Uns amigos que fizémos em Tanger, que têm pouso em Sevilha enquanto nós vamos para Portugal, convidaram-nos para ficar com eles no fim de semana, passando assim a Noite de Reis com eles e assistir às Cavalgatas... Como o apartamento deles de Sevilha está praticamente desocupado, costumam ficar agora numa casa que têm numa aldeia a 50 Km a Sul de Sevilha, de nome Marismillas, e que me encantou... Senti-me assim algures entre o Alentejo e o Ribatejo... Mais propriamente uma mistura entre Barrancos e Benavente... E foram dias que não mais vou esquecer... Vi pela primeira vez as Célebres Cavalgatas de Reis, para mim uma mistura de Cortejo de Carnaval, mas que as personagens vão vestidas de Reis Magos e atiram caramelos, rebuçados, bolas e alguns brinqueditos às pessoas que estão a assistir. Os miudos deliraram, e o ponto máximo das passagens das Cavalgatas era quando conseguíamos agarrar uma bola, e com sorte, conseguímos uma para cada um dos miudos!
E depois, foi aqui que a minha filha linda aprendeu, sozinha e destemida a andar de bicicleta sem rodinhas... Bastou-lhe uma meia hora de tentativas persistentes e aí estava ela com o maior sorriso na cara, a mostrar que já era capaz, que já conseguia andar de bicicleta sem rodinhas!!! 
Foram dois dias espectaculares, com o único senão do regresso. No domingo voltámos todos para Tanger, com excepção da minha querida Mari que viu os amigos, os filhos, o marido e os sogros partir, e ela ficar, para enfrentar  5 semanas de radioterapia...  Mais uma etapa, se Deus quiser, a final para travar definitivamente um cancro que a ameaça desde Maio passado. Entretanto duas semanas já passaram... Este fim de semana ela veio a Tanger e vi-a tão bem, já com algum cabelito a querer crescer que me senti muito feliz por ela e juntas contámos os dias que já passaram, pois é assim que contamos... Mais um que já lá vai e menos um que falta!

Aqui a minha princesa sem medo já!

https://www.facebook.com/video/video.php?v=4578229607935&saved

Já?

E de repente já passou quase um mês desde o regresso a Tanger depois do Natal. Tenho cada vez mais a sensação que o tempo aqui voa, e a nostalgia que se colou a mim quando saí de Portugal, no mesmo instante que fechava a porta da minha casa, parece desaparecer e apercebo-me de que já não falta tanto assim, para voltarmos outra vez... É um amor duplo este que eu sinto e que me acompanha no meu dia a dia. O amor que tenho por Portugal, a minha casa, os meus amigos queridos, a família  e as boas lembranças do quanto sou feliz ali, e o bem estar que sinto aqui. Os amigos que já fizemos aqui, a  calma que me permite disfrutar tanto dos meus filhos, e uma certa qualidade de vida que Tanger nos proporciona.
Este ano, no Natal, ficámos quase duas semanas. E foram dias muito bem passados... Pude estar com a família mais próxima, aquela que realmente importa e com amigos, que não sendo, os tornamos também quase família. O regresso dos miúdos às actividades que tanto gostam e com quem começaram, e de quem têm tantas saudades também aconteceu... Impressionante a paixão que a minha filha tem pela Quinta da Gandarinha, pelo professor, e pelos cavalos de que tanto gosta, e o amor que o meu filho tem pelo Clube de Futebol que teve como sócio fundador nº 1 o próprio bisavô... E mais uma vez, ambos tiveram oportunidade de ter as suas actividades em Portugal e não ficarem com aquela sensação de que agora em Portugal só passam férias. Não, têm actividades, e nelas participam, e isso agradeço ao professor, ao treinador, aos amigos, aos colegas, aos outros pais, a todos pelo carinho com que os recebem. 

22 janeiro 2013

Mãos à obra!

E de maneiras que daqui em diante vai ser isto... Teoria aprendida, alguma prática que já estava esquecida e relembrada agora... A ver vamos do que vou ser capaz... :)


Retomar hábitos...

Hoje retomei as minhas caminhadas matinais... Durante a próxima semana e meia serão novamente interrompidas pois os meninos entram de férias amanhã, mas depois a ver se não volto a perder o hábito... O pior foi a fome que me deu assim que cheguei a casa...:( 

21 janeiro 2013

De volta!!!

Finalmente consegui tempo para actualizar o cantinho... Acima de tudo consegui encontrar um novo look que me agradasse, que esteve difícil... 
De nós contarei mais assim que tiver ainda mais um pouquinho de tempo...
É muita coisa boa, muita emoção para contar à pressa em dia que tenho o mais novo em casa com febre, e com a ressaca do que foi uma semana de preparação da tripla festa de aniversário no fim de semana passado...

Em breve voltarei, em breve...