06 novembro 2009

Para voces meus amores.

Das mil e uma coisas que temos feito, dos mil e um telefonemas, dos mil e um problemas que parece que não têm fim, resta-me o amor. De ti, dos que nos são queridos, da família, da minha mãe, das minhas manas; a de sangue, que de tão longe queria estar mais perto e a do coração, que tanta força têm dado. Esta força que mostro, conservo-a sim porque vos tenho a vocês. Porque sei que hoje o telefone vai tocar, porque sei que oiço as vossas vozes amigas, porque sei que vou sentir o vosso carinho, o vosso apoio, a vossa preocupação, e o vosso amor. E porque sei que ao chegar a casa vou ver os melhores sorrisos do mundo, nem que seja o sorriso dos sonhos, quando a hora de chegada já há muito ultrapassou a resistência para eles me esperarem ainda acordados. Só assim eu consigo continuar a acreditar que sim, que amanhã o sol continua a brilhar, que o nosso Verão vai chegar e que este Inverno tão mau vai passar. E sim, espero ainda daqui a uns anos, conseguir olhar para trás e rir-me de tudo isto...

1 comentário:

SOL A VISTA disse...

Ainda aqui ando valha-me Deus não consigo adquirir bons hábitos ;( beijos
muitos

Desejos do meu menino...

Além de gostar que houvesse uma maquina do tempo em que pudesse viajar para conhecer o meu pai, no outro dia disse-me: -Gostava de poder c...