14 fevereiro 2012

... II

Pois é... eu e as minhas premonições, os meus apertos de peito e angustias que não me falham e me fazem tremer de medo cada vez que os sinto. Não foi nada connosco, pelo menos directamente, mas não deixa de me deixar triste, quando afecta os que mais gosto e os que mais amo... Queria que estes dias nunca chegassem. Por todas as razões!!!

Sem comentários: