06 setembro 2011

De abalada

E que dizer, se em vez de terminar e fechar as malas, prefiro "esquecer" que amanhã devemos sair cedo, e que a esta hora já devia ter tudo mais que pronto e "moi même" descansadinha e deitada a dormir como todos os outros da casa? Pois que não me apetece! E o mês passou rápido demais e não deu tempo para tudo. E para o que deu foi tão bom que soube a pouco... O estar com a família, os jantares, as visitas, os amigos, as conversas, as tardes na esplanada, os banhos de piscina... E o estar aqui... Decididamente não gosto de despedidas, cada vez menos gosto de despedidas!!!

Sem comentários:

Matar saudades

Uma vez que os meninos estavam de férias na semana passada, deu-me assim uma nostalgia e lembrei-me que podíamos ir a Portugal, pois na se...