16 novembro 2010

Destes dias que passam...

Pois que a escrita não me tem saido como antigamente, e não é que me ande a faltar o tempo, antes fosse, o que é um facto é que parece que o prato da balança das coisas menos boas tem pesado mais que o dos bons acontecimentos e isso deixa-me aborrecida. Aborrecida e sem vontade de escrever. E escrever o quê? Registar o quê? Que os tempos não estão fáceis? Que as despesas são cada vez maiores? Que não quero pagar Scuts e que ontem tive que sair de casa às 7 da manhã para conseguir estar na Escola às 9 horas, e que para isso os meus filhos tiveram que dormir em casa dos avós? Que me dói a alma só de pensar que o depósito do carro já está outra vez na reserva e tenho que ir à bomba? Que ontem foi outra vez dia de pagar o Iva e não tinha dinheiro? Pronto, já escrevi, já registei, e isso não me alivia a alma, não resolve os meus problemas nem tão pouco me dá mais ânimo. E tão pouco me dá mais ânimo ver que, com quer que seja que eu falo, que comento toda esta situação, obtenho as mesmas queixas, os mesmos desabafos, e sentir que estamos todos no mesmo barco... Preferia tanto que houvesse muito menos gente como eu... Muito menos gente que se deita a pensar como vai pagar as contas do dia seguinte, a pensar como vai ocupar as manhãs, as tardes e as noites que já estavam reservadas para este ou aquele curso e depois deixaram de estar assim de repente... Por isso não tenho escrito muito. Prefiro guardar todas estas preocupações e registar antes as boas...

Sem comentários: