04 junho 2008

Os meus vizinhos...

... estão a desaparecer. É verdade, não sei o que se passa mas no espaço de poucos meses, faleceram já três. Hoje de manhã, soube que o coração do Sr. Mário o tinha traído, e que nos tinha deixado. Conheci o Sr. Mário no Verão passado, pessoalmente, pois de ouvir falar já o conhecia há uns anos. Tinha emigrado para os Estados Unidos, clandestino, e por isso, passou cerca de 10 anos sem poder voltar a Portugal, para matar saudades do país e da família. O ano passado pôde finalmente regressar, pois já tinha conseguido a sua ambicionada legalização. Foram muitas as noites que nos encontrámos e convivemos. Era sem duvida uma pessoa alegre e muito bem disposta. Fartou-se de trabalhar na sua casa. Pintou, arranjou telhado, limpou jardim, arrancou arbustos que estavam a mais, substituiu portões, enfim... Tudo porque a partir de então, a casa iria voltar a ser usada todos os anos. Hoje fiquei chocada com a notícia que veio de longe, e a casa, que avisto da minha janela, e que me habituei a ver vazia, parece-me ainda mais vazia.

Sem comentários:

Dos incêndios outra vez... e da força de pessoas tão especiais...

No domingo passado não queria acreditar o que o ecrã da televisão mostrava... quatro meses depois da grande tragédia de Pedrógão Grande, P...