08 julho 2011

Por terras de Marrocos

Pois já fez ontem uma semana que chegámos a Tanger. A viagem de 800 km correu bem, e sem duvida que os meus filhos são excelentes companheiros de viagem:) Apesar de ter saído às 6 da manhã o que de facto mais custou foi o calor, principalmente devido a uma avaria no ar condicionado, e em Sevilha apanhámos uns módicos 43ºC... Depois continuámos em direcção a Cádiz e finalmente Tarifa. Desta vez, para que não houvesse enjoos no ferry, assim que chegámos ao porto toca de tomar o belo do comprimido que funcionou na perfeição... Desta vez preenchi a papelada dos passaportes e fiz a viagem sem um único enjoo, e a meio do estreito... faça sol, vento ou chuva há sempre umas ondinhas... que só mesmo com Vomidrine:) Desta vez fomos numa companhia que nunca tinhamos experimentado e lá dentro tinha uma salinha de orações para os muçulmanos e foi bem mesmo no último segundo que consegui segurar no  braço do João, que pensava que era uma sala com brinquedos, toda alcatifada e desatou a correr para entrar lá dentro....

A chegada ao Porto de Tanger é sempre aquela emoção que acho imensa piada... os funcionários do Porto a preencher papéis e a pedir logo de seguida a propina, os policias que trocam de turno e se cumprimentam e despedem com dois beijos, os funcionários que nos começam a conhecer e facilitam a passagem na alfândega sem sequer abrir a mala do carro...  enfim... um burburinho engraçado:)

O resto da semana tem-se passado muito bem... Arrumar as tralhas que vieram de Portugal, a adaptação a novas rotinas, e a continuação da minha atrapalhação a conduzir aqui, nestas ruas com imenso transito e com condutores tão especiais, por isso ando de taxi, que é baratíssimo, mas o facto de estarem já cá imensos imigrantes não tem ajudado nada, pois nem taxis há, que os que há vão sempre ocupados.

Afinal não comecei a trabalhar logo na segunda feira, dia 4 como estava previsto, pois ia dar uma formação numa empresa de arquitectura e parece que ganharam um novo projecto grande e adiaram a formação, de maneira que vou começar amanhã (sim sábado) na Escola de Formação, para alunos da própria escola... Confesso que fiquei um pouco aliviada, pois assim deu-me tempo para me orientar e tratar de coisas que tinha que tratar... cenas:)

Os meninos ainda não estão inscritos no colégio inglês pois falaram-me de outro colégio, com horários mais alargados e cantina, mas ainda não consegui ir visitar para decidir, apenas os contactei por mail. Entretanto já iniciaram um cursinho de inglês. É muito engraçado pois o João ainda não sabe escrever e então tudo o que a professora vai escrevendo no quadro, a Maria escreve no caderno dela e... dele:) Mas segundo eles dizem, apesar de não entenderem ainda muita coisa estão a adorar!

Também já fomos ao Clube Equestre para a Maria continuar as aulas de equitação aqui, e agora parece que o João também quer ir para os cavalos. Os preços são muito semelhantes aos de Portugal, apenas a taxa de inscrição é que acho um pouco exagerado, mas só se paga uma vez....
E nos entretantos confraternizamos com os nosso amigos L. e R. que são uma companhia do melhor, e organizam belas sardinhadas no terraço da casa deles e dá para matar um pouco as saudades de terras lusas... Pena que os bifes do meu amor não estivessem como as sardinhas...:)
Ah! E fomos à praia! Maravilha a temperatura da água que com o calor que tem estado só se está bem lá dentro...

Sem comentários:

Dos incêndios outra vez... e da força de pessoas tão especiais...

No domingo passado não queria acreditar o que o ecrã da televisão mostrava... quatro meses depois da grande tragédia de Pedrógão Grande, P...